Abra ou transfira sua conta. Comece preenchendo os dados a seguir.
Leva poucos minutos.

    Blog

    Fundos internacionais ou mercado brasileiro?

    Procurando diversificar seu portfólio, muitos brasileiros estão procurando investir no mercado exterior. Essa tem sido uma excelente alternativa para obtenção de melhores retornos, para proteção de patrimônio devido aos riscos no mercado brasileiro e do cenário de juros baixos que vivemos.

    Como identificar os melhores investimentos internacionais, buscando então ativos financeiros mais atraentes?

    Nada melhor que saber como pensam os gestores das principais casas de destaque no ramo.

    Pedro Andrade, sócio e gestor da IP Capital Partners, fala da diferença de empresas daqui e do exterior. No Brasil, temos cerca de 40 empresas de excelente qualidade, enquanto no exterior, há mais de 120 "empresas sensacionais''. Dessa forma, é bem mais fácil encontrar empresas extraordinárias negociadas a preços razoáveis lá fora do que no mercado brasileiro, onde elas costumam embutir um prêmio elevado de qualidade. Além disso, ele cita que o mercado acionário nos EUA apresentam tendências seculares de crescimento e usam a tecnologia para transformar e conquistar mercados.

    Já o CEO e gestor de equities da Vinland Capital, André Laport, está balanceando entre empresas brasileiras mais focadas em commodities e no exterior em empresas mais consolidadas - chamadas de velha economia - mostrando-se mais cauteloso devido à grande volatilidade. Nas empresas do setor tecnológico, aposta em empresas mais jovens, com grande potencial de crescimento. Sua grande preocupação, afirma, é a inflação que vem acelerando, tanto no Brasil como nos Estados Unidos. Nos EUA, a autoridade monetária mantém a posição de que não irá aumentar as taxas de juros até ver uma melhora robusta no desemprego e crescimento.

    A equipe da Dahlia Capital justifica que investem no exterior porque é bom e não para diversificar. “Os fatores determinantes para os preços de ações e moedas no longo prazo se resumem ao crescimento econômico. Assim, países que crescem mais, têm bolsas que sobem mais e moedas mais fortes.” Isso justifica o “excepcionalismo” americano nos últimos 70 anos. Além de possuírem a melhor geografia do mundo, com acesso a dois oceanos e serem autossuficientes em energia e alimentos, apresentam também a melhor demografia entre as grandes economias do mundo. Tendo a tecnologia por todos os lados, será o único país com crescimento econômico ativo em sua população.

    Para quem está em busca de acessar ativos globais, de maneira segura e com os melhores retornos, é essencial a ajuda de um especialista que conheça muito bem o mercado internacional como um todo. Esse assessor de investimentos poderá mostrar que, além dos EUA, outros países também oferecem alternativas atraentes de investimentos, seja na renda variável ou na renda fixa.

    Tags: investimento no exteriorinvestir nos EUAproteção de patrimônioRenda fixaInvestir transformaRenda variávelInvestir no exteriorTaxa de jurosMercado Brasileiro

    Cadastre-se e receba mais conteúdos

      Obrigado pela visita em nosso site!

      Deixe suas informações nos campos abaixo para conhecer melhor o nosso trabalho de assessoria profissional, e receba um guia de investimentos gratuitamente.

      fechar popup

        Já sou cliente Manchester