Abra ou transfira sua conta. Comece preenchendo os dados a seguir.
Leva poucos minutos.

    Blog

    Metas para 2022: como organizar suas finanças e investir melhor no próximo ano?

    Organizar as finanças é fundamental para alcançar as suas metas orçamentárias em 2022. Mas, apesar de muitas pessoas saberem a importância dessa prática, ela parece estar distante de boa parte de lares e cidadãos brasileiros.

    Existe uma ideia equivocada de que, para ter metas, organizar as finanças e investir melhor é preciso ter muito dinheiro ou alto poder aquisitivo. Contudo, essas práticas servem para todas as faixas de remuneração e trazem benefícios importantes para todas as pessoas.

    Por isso, neste conteúdo você aprenderá por que é preciso organizar as finanças, a importância de investir e como começar o seu planejamento para 2022. Continue a leitura!

    Por que é preciso organizar as finanças em 2022?

    Antes de entender como controlar finanças e fazer seu planejamento, é preciso saber por que fazer isso. Afinal, você deve entender a importância de começar e manter essa prática na sua vida financeira.

    Organizar as finanças ajuda a evitar consequências negativas para o seu dinheiro. Uma delas é o endividamento: quando as contas começam a atrasar e passar do vencimento, há a cobranças de juros e outros problemas.

    Para arcar com esses pagamentos é preciso cortar muitos gastos ou mesmo recorrer a empréstimos, o que se torna um ciclo vicioso. Afinal, esses créditos também demandam o pagamento de juros e corroem o seu patrimônio.

    Além de evitar problemas, a organização financeira é essencial para alcançar objetivos financeiros. Dessa maneira, quem quer se aposentar, comprar um imóvel ou realizar outros sonhos — grandes ou pequenos —, precisa se organizar.

    Qual é a importância de começar a investir?

    Como você viu, ao organizar as finanças e poupar parte do dinheiro recebido todo mês, será possível se aproximar da realização de suas metas. O próximo passo para facilitar isso é investir. Mas o que esse hábito significa e qual é a importância dele?

    Investir é utilizar o dinheiro poupado para fazer aportes em alternativas do mercado financeiro. Elas oferecem a possibilidade de rentabilidade ao investidor, então o dinheiro tende a se valorizar com o tempo — de acordo com as regras de cada investimento.

    Assim, o dinheiro poupado será utilizado com inteligência e trará rendimentos para o investidor. Esses ganhos vêm sem que seja preciso vender sua força de trabalho. Por isso, é comum ouvir que é possível obter uma renda passiva com investimentos.

    Nesse sentido, existem diversas alternativas no mercado. E elas são divididas em renda fixa e renda variável. Na primeira, o investidor adquire um título de dívida de um emissor que terá a obrigação de devolver o dinheiro no resgate acrescido da rentabilidade combinada.

    Ou seja, na renda fixa já é possível saber como o dinheiro renderá antes mesmo de fazer o aporte. Dessa forma, ela é considerada uma alternativa segura e comumente buscada por investidores menos experientes e mais conservadores.

    Já a renda variável não garante uma rentabilidade previsível como a renda fixa. Por outro lado, também não há limitações para os ganhos. Assim, eles podem ser maiores, tendo em vista que os investimentos sofrem oscilações conforme a lei de oferta e procura e outros fatores.

    Por apresentarem mais riscos, geralmente a renda variável é mais indicada para investidores experientes ou com mais resistência aos riscos. Todavia, isso não impede que iniciantes aloquem uma pequena parte de seus recursos nessa classe.

    Como começar o planejamento de 2022 e investir melhor?

    Agora que você já conhece todas essas informações é preciso saber como se planejar para 2022. Confira as principais dicas para aumentar sua capacidade de poupança e fazer bons investimentos no próximo ano:

    Quite as dívidas

    O primeiro passo para começar o seu planejamento de 2022 é tentar quitar ou renegociar as dívidas existentes. Como você já viu, elas são uma grande vilã do orçamento e, principalmente, dos investimentos.

    Assim, uma forma de planejar esses pagamentos é organizar as pendências por data de vencimento e pela cobrança de juros. Dessa maneira, veja quais são as dívidas mais onerosas para você e se programe para resolvê-las primeiro.

    Depois dessas quitações, você pode partir para as menores — que não englobam uma grande parte da sua renda, mas podem se acumular. Com esses pagamentos você não terá mais os gastos tão nocivos cobrados pelos credores.

    Claro que há situações em que não é possível quitar todas as dívidas existentes. Nesse caso, uma opção é pensar em formas de poupar seu dinheiro e utilizar essa sobra para negociar as dívidas, além de buscar condições mais favoráveis. Assim, você poderá liberar seu orçamento para começar a investir.

    Pense nos gastos do final de ano

    Ao pensar no planejamento para 2022, é fundamental considerar os gastos no final do ano de 2021. As datas festivas em sequência, o período de férias e outras situações podem fazer com que o orçamento fique bagunçado nesse momento.

    Então considere esses gastos no seu planejamento. O objetivo não é reduzir os seus momentos de lazer ou impedir que você presenteie as pessoas importantes, mas sim considerar tudo isso no seu orçamento e se planejar.

    Para facilitar, saiba o quanto você pode gastar e defina prioridades. Com isso, evite as dívidas que podem surgir com esses gastos e busque meios mais econômicos para o período, se for necessário para sua saúde financeira.

    Lembre-se de que um bom planejamento precisa passar por diversas frentes. Ou seja, não basta considerar seus ganhos e gastos comuns, mas também se planejar para esses momentos atípicos do ano.

    Outro assunto importante em relação às finanças no fim do ano é o 13º salário. A segunda parcela é recebida em dezembro e, geralmente, é utilizada para cobrir os gastos excessivos dessa época. Se possível, considere essa renda a mais para incluí-la no seu planejamento para 2022 — e, quem sabe, investir mais.

    Controle suas receitas e gastos

    Outra dica fundamental na hora de se planejar para 2022 é ter um bom controle financeiro. Aqui, utilize ferramentas práticas, como planilhas e aplicativos voltados especialmente para essa finalidade.

    Com eles você conseguirá anotar todos os seus gastos e receitas, trazendo um panorama completo de sua situação. Ao dividir cada item por categoria, você identifica quais são as áreas com mais gastos e o que pode ser reduzido.

    Começando 2022 com esse controle será possível traçar objetivos realistas e concretos, definindo prazos e criando uma estratégia sólida. Desse modo, é mais fácil organizar as finanças e investir melhor.

    Como você viu, para organizar as finanças é preciso ter um planejamento, conhecer os investimentos e quitar dívidas. Assim você poderá montar boas estratégias e alcançar os seus objetivos financeiros em 2022. Precisa de um suporte para entender melhor os investimentos e como começar a investir? Então conte com a assessoria da Manchester!

    Tags: fazer investimentofinanças pessoaisinvestir dinheiroplanejamento financeirocomo organizar finançasorganizar finanças pessoaismetas e objetivosmetas financeirasobjetivos financeiroscontrole financeirocomo mudar de vida financeiravida financeirainvestir melhoraportes financeiros;

    Cadastre-se e receba mais conteúdos

      Obrigado pela visita em nosso site!

      Deixe suas informações nos campos abaixo para conhecer melhor o nosso trabalho de assessoria profissional, e receba um guia de investimentos gratuitamente.

      fechar popup

        Já sou cliente Manchester