Abra ou transfira sua conta. Comece preenchendo os dados a seguir.
Leva poucos minutos.

    Blog

    Bancos Digitais x Banco de Varejo x Plataformas de Investimentos: quais as diferenças?

    O mercado financeiro tem se desenvolvido cada vez mais, especialmente devido ao avanço da tecnologia. Com isso, muitos investidores e consumidores têm dúvidas sobre as alternativas para investir. Entre elas, estão os bancos digitais, os bancos de varejo e as plataformas de investimento.

    Conhecer as diferenças entre eles é importante para se sentir mais seguro no momento de investir ou de utilizar seus serviços. Assim, você pode entender qual é a opção mais adequada para as suas necessidades.

    Quer aprender mais sobre o tema? Continue a leitura e saiba o que são bancos digitais, bancos de varejo e plataformas de investimento!

    O que são bancos de varejo?

    Os bancos de varejo são as grandes instituições financeiras utilizadas por diversas pessoas e empresas. Eles realizam transações financeiras e oferecem serviços variados, como conta corrente, conta poupança, cartões de crédito e débito, empréstimos, etc.

    Além disso, são as instituições mais tradicionais do mercado financeiro. Com isso, os bancos de varejo lidam com o dinheiro de boa parte da população e têm papel importante no cenário econômico nacional.

    Ao mesmo tempo, também é comum que eles envolvam mais burocracia, pois focam no atendimento via agências físicas e meios tradicionais de negociação. Para abrir conta ou resolver problemas, por exemplo, é comum que seja necessário ir pessoalmente ao banco ou caixa eletrônico.

    Dessa forma, o processo pode ser mais lento por depender do contato humano ou por apresentar filas. Como novidades surgem a cada dia, instituições financeiras que não se mantêm atualizadas podem perder clientes.

    Os bancos de varejo também oferecem algumas alternativas de investimento. Entretanto, quando você investe por meio dessas instituições, é comum que elas ofereçam apenas alternativas próprias, limitando a montagem da carteira.

    Além disso, elas não costumam oferecer um serviço diferenciado e de qualidade ao investidor. Diante disso, vale a pena considerar outras opções para ampliar as possibilidades de investir — como você verá mais adiante.

    O que são bancos digitais?

    Os bancos digitais são instituições financeiras com o objetivo de serem menos burocráticas que os bancos tradicionais. Eles podem ser considerados fintechs, ou seja, empresas que oferecem serviços financeiros com processos totalmente baseados em tecnologia.

    Ademais, eles podem oferecer seus serviços e produtos de forma totalmente online, sem a necessidade de ter agências e postos de atendimento físicos. Para tanto, a conta digital pode ser acessada por aplicativos ou pelo computador.

    Dessa forma, é possível realizar transações financeiras, ver seus extratos bancários, entre outros serviços. Tudo isso pode ser feito em qualquer momento e lugar, sem filas e sem burocracia.

    A abertura de conta também é feita de forma online, assim como a resolução de quaisquer problemas. Com isso, os clientes podem economizar tempo e o banco economiza em gastos, o que permite oferecer tarifas mais competitivas.

    Vale destacar que os bancos digitais oferecem diversos serviços já conhecidos pelos usuários de bancos tradicionais. Entre eles, estão conta corrente, cartão de crédito e empréstimos diversos. Algumas fintechs disponibilizam determinadas alternativas de investimento, mas o portfólio é sempre bastante limitado.

    O Banco Central fiscaliza tanto as instituições bancárias tradicionais quanto as digitais. Com isso, elas precisam seguir as mesmas regras dos bancos de varejo.

    O Conselho Monetário Nacional (CMN) também define normas de segurança para instituições financeiras operarem na internet. Essas instituições devem ter, por exemplo, uma política de segurança cibernética.

    O que são plataformas de investimento?

    Já a plataforma de investimento é um ambiente intermediário, que liga os investidores aos emissores de títulos e outros valores mobiliários. Trata-se de uma ferramenta que permite que os interessados invistam de forma simples e segura.

    Assim, o sistema funciona como uma forma de acesso ao mercado financeiro e a diversos tipos de investimento. Isso vale tanto para renda fixa quanto para renda variável, por meio do home broker. Entre as alternativas, estão títulos públicos e privados, ações e fundos de investimento.

    A ferramenta é oferecida pelas corretoras de valores — instituições cuja atuação é focada em investimentos. É a corretora, portanto, que descomplica o processo de quem pretende investir.

    Com o sistema, os aportes podem ser feitos rapidamente e de maneira digital. Além disso, a partir das plataformas de uma boa corretora, você tem acesso a uma ampla gama de oportunidades de investimento.

    Desse modo, além de escolher a instituição financeira, é fundamental buscar aquela que possa oferecer a melhor plataforma de investimentos e o melhor suporte para você, por meio do serviço de assessoria de investimentos.

    Os assessores são profissionais capazes de tirar suas dúvidas e apresentar investimentos — auxiliando na sua tomada de decisão. Assim, se torna mais fácil investir de forma segura, prática e com maior qualidade.

    Como aproveitar o melhor de cada alternativa?

    Como você viu, as plataformas de investimento são dedicadas a essa função. Elas oferecem uma grande oferta de alternativas de investimento para diversificar o seu portfólio. Ainda, contam com o serviço de assessoria gratuita, a fim de oferecer suporte aos investidores.

    Contar com uma estrutura robusta direcionada aos investidores, portanto, se torna possível apenas nas plataformas de investimento das corretoras de valores. Contudo, se o seu objetivo é ter acesso também a outros serviços, saiba que é possível usufruir da expertise de cada uma das alternativas apresentadas neste artigo.

    Você pode, por exemplo, ter uma conta em um banco digital ou uma conta corrente no seu banco de varejo. Elas podem ser utilizadas para acessar serviços específicos, como financiamento veicular e imobiliário, saques, entre outros.

    Para alocar e cuidar dos seus investimentos, no entanto, é interessante contar com as plataformas de investimento. Afinal, um dos principais benefícios de utilizar essa solução é a expertise que ela oferece — ajudando você a compor um portfólio sólido e alinhado às suas necessidades.

    Agora você conhece as principais diferenças entre bancos digitais, bancos de varejo e plataformas de investimento. Assim, ficará mais fácil identificar a alternativa mais adequada para cada objetivo, inclusive permitindo o uso simultâneo das diversas soluções.

    Tags: processos financeirossoluções financeirasconta digitaldiferencial competitivobancos digitaisbancos de varejofintechsfazer investimentofinanças pessoaisinstituições financeirasconflito de interessesinvestir dinheiroinvestir na bolsa de valoreshome brokercarteira de investimento

    Cadastre-se e receba mais conteúdos

      Obrigado pela visita em nosso site!

      Deixe suas informações nos campos abaixo para conhecer melhor o nosso trabalho de assessoria profissional, e receba um guia de investimentos gratuitamente.

      fechar popup

        Já sou cliente Manchester