fbpx

Fundos de Investimentos Imobiliários: conheça os tipos

Banner_Blog_Fiis_SET22

No último post, explicamos que é possível, sim, viver de renda sem precisar comprar um imóvel, com os

fundos imobiliários (FIIs). Agora, nós vamos entender melhor cada tipo de FIIs e saber como aproveitar o cenário atual para investir.

 

 

Conheça agora os tipos de FIIs

Fundos de tijolo: focam na aquisição, construção ou aluguéis de empreendimentos físicos. Geralmente, o lucro é contabilizado na forma de aluguel mensal de lajes corporativas, shopping centers, hotéis, galpões industriais, hospitais ou instituições de ensino. 

Fundos de papel: se nos fundos de tijolo o lucro vem dos aluguéis, nos de papel ele é obtido através de juros e dividendos de títulos de dívida lastreados no mercado de imóveis, como Letras de Crédito Imobiliário (LCI), Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), títulos de recebíveis imobiliários, cotas de outros Fundos Imobiliários, entre outros.  

Fundos de desenvolvimento: diferentemente de outros fundos, ele não busca a renda passiva. O lucro se dá a partir da compra, execução de projetos, construção e venda de imóveis. 

Fundos de fundos: os fundos de fundos, também chamados de FOFs, investem em cotas de outros FIIs, sejam eles de papel, tijolo ou em outros FOFs. 

Analise e compare os fundos imobiliários que mais se encaixam em seu portfólio e perfil de investidor. 

 

 

FIIs: renda fixa ou variável? 

Mesmo que a ideia dos fundos imobiliários seja bem parecida com o que entendemos por renda fixa, esse tipo de investimento se enquadra na categoria da renda variável. Por quê? 

Em primeiro lugar, é importante destacar que até os fundos que possuem o pagamento de rendimentos mensais podem ter uma alteração no valor pago, dependendo de como o capital investido está performando. 

Por exemplo: um fundo de tijolos, na pandemia, pode ter perdido diversos inquilinos e reduzido drasticamente sua receita de aluguéis. Nesse caso, é possível que o valor pago mensalmente pelo fundo também diminua de forma considerável. 

O outro fator é que o valor necessário para comprar a cota do fundo é, intrinsecamente, variável. Assim como as ações na bolsa de valores, você não sabe quanto a cota do fundo que você investiu vai estar custando em dois anos, dois meses ou dois dias. 

 

 

Invista com ajuda especializada

Para aproveitar as melhores oportunidades e investir através das estratégias eficazes, poder contar com uma assessoria especializada faz a diferença. 

A Manchester mantém um relacionamento próximo com os maiores gestores dos FIIs do mercado e temos especialistas altamente qualificados para oferecer planejamentos que mais se adequem aos seus objetivos.

Quer saber mais? Converse hoje mesmo com a nossa assessoria personalizada e gratuita.  

Dê um play nas melhores opções de investimentos.  

Clique aqui e converse com a gente pelo WhatsApp

Baixe agora o seu ebook
Abra sua conta agora
Cadastre-se em nossa Newsletter Semanal

Posts relacionados

Títulos públicos

É hora de investir em IPCA+?

Recentemente, as expectativas do mercado quanto ao rumo de alguns indicadores econômicos mudaram, trazendo consigo algumas oportunidades para investimentos em ativos IPCA+. Cenário atual atrativo

Leia mais »
Invista com a melhor escolha para os seus investimentos.