fbpx

Marcação a mercado: o que é e como isso afeta os investimentos?

Marcação-a-mercado--o-que-é-e-como-isso-afeta-os-investimentos-

As mudanças no mercado já fazem parte da rotina dos investidores. Agora, está chegando mais uma para começarmos o ano já com novidades. A partir do dia 2 de janeiro, ️a marcação a mercado

será padrão para todos os clientes não qualificados, ou qualificados que não escolheram a marcação na curva como padrão. Assim, todos os investimentos em títulos públicos, debêntures, CRIs e CRAs (Certificados Recebíveis Imobiliários e do Agronegócio, respectivamente) serão afetados.

Isso porque, nesta data, será implementada uma nova forma de visualização dos investimentos em renda fixa conhecida como: marcação a mercado. Para entender do que se trata e como isso afeta os seus investimentos, acompanhe este texto. Boa leitura!

O que é marcação a mercado?

Antes de mencionar quais ativos serão impactados pela mudança, é importante explicar o que é a marcação a mercado. Marcação a mercado utiliza preços de referência de mercado, aproximado a visão da posição do cliente ao real valor de mercado de venda do ativo, e poderá refletir a valorização ou desvalorização de um investimento antes do vencimento.

Portanto, a marcação a mercado nada mais é do que uma precificação dinâmica, já que é atualizada com maior frequência, em comparação ao cenário atual.

Isso já é visto em investimentos em títulos públicos comprados pelo Tesouro Direto, e, agora, será aplicado também em debêntures, CRIs e CRAS.

Como funciona na prática

Imagine que você tem um investimento em um desses ativos, com vencimento para 2028, mas surge uma oportunidade de vendê-lo antes do prazo acordado. Com a marcação a marcado, você poderá analisar com mais facilidade como está a tua posição atual em relação aos ativos de mercado disponíveis naquele momento, podendo ajudar na tomada de decisão para uma eventual saída antecipada.

Os investidores que mantiverem seus títulos até a data de vencimento receberão o valor da rentabilidade negociada no momento em que foi realizado o investimento, ou seja, não serão impactados pelas variações do preço do título ao longo da aplicação.

Como isso impacta nos investimentos?

Não há impactos diretos na rentabilidade dos investimentos, apenas na maneira de visualizar como eles estão posicionados em sua carteira naquele determinado momento. Dessa forma, será possível acompanhar as oscilações de preço em seus extratos, assim como visualizar as oportunidades de compra e venda dos papéis de renda fixa com maior facilidade.

É normal que haja um estranhamento no primeiro contato com a mudança, já que em alguns períodos de mercado podemos passar por momentos de maior volatilidade e depreciação dos ativos de renda fixa, porém vale ressaltar que no vencimento todas as aplicações convergem para taxa contratada.

A possibilidade da marcação a mercado chega para oferecer mais transparência e praticidade na hora de analisar seus investimentos em renda fixa!

Como a Manchester pode te ajudar?

Novidades como a marcação a mercado podem gerar questionamentos nos investidores. Por isso, a Manchester está disponível para ajudá-lo. Nossos assessores estão bem informados sobre a mudança e as possíveis dúvidas que podem surgir em relação ao tema.

Conte com o nosso time de especialistas para saber mais detalhes e seguir informado sobre as principais transformações no mercado!

Clique aqui e converse com a gente pelo WhatsApp

Baixe agora o seu ebook
Abra sua conta agora
Cadastre-se em nossa Newsletter Semanal

Posts relacionados

Títulos públicos

É hora de investir em IPCA+?

Recentemente, as expectativas do mercado quanto ao rumo de alguns indicadores econômicos mudaram, trazendo consigo algumas oportunidades para investimentos em ativos IPCA+. Cenário atual atrativo

Leia mais »
Invista com a melhor escolha para os seus investimentos.