Abra ou transfira sua conta. Comece preenchendo os dados a seguir.
Leva poucos minutos.

    Blog

    Quais as vantagens de ser um investidor independente?

    Na hora de compor o portfólio, um investidor pode delegar as decisões para um profissional autorizado do mercado — como um gestor. Apesar de essa escolha poder oferecer praticidade, ela reduz o seu nível de autonomia. Em contrapartida, existe a possibilidade de ser um investidor independente.

    Nesse caso, você assume as responsabilidades para montar a carteira e atua de forma totalmente personalizada. Mas sabia que não é preciso estar só para ser independente? É possível contar com auxílio profissional e, ainda assim, manter o controle sobre sua estratégia.

    Neste artigo, você entenderá por que vale a pena investir com independência e saberá como fazer. Veja!

    O que significa ser um investidor independente?

    O conceito de ser um investidor independente está relacionado à capacidade de tomar as próprias decisões. Ou seja, ao agir de forma independente, você é o responsável por todas as escolhas referentes à sua carteira e à sua estratégia.

    É diferente do que acontece quando você delega a tarefa de investir a um gestor financeiro, por exemplo. Embora esse profissional faça operações baseadas nos seus interesses, não é o mesmo que você fazer as próprias escolhas.

    Quais são as vantagens e os riscos de investir sozinho?

    Agora que você sabe o que significa ser um investidor independente, pode ser que esse caminho faça sentido para você.

    Para entender melhor, veja quais são os benefícios de investir desse modo e entenda também os riscos associados!

    Controle sobre a carteira

    Uma das maiores vantagens de ser um investimento independente é o fato de você exercer total controle sobre sua carteira. Isso acontece porque a estratégia de investimento é criada e executada por você.

    Ao assumir o controle da situação, é viável determinar o que se alinha ao seu portfólio e aos seus objetivos. E isso não significa estar isolado. Mesmo que você opte por ajuda, como uma carteira recomendada, a análise sobre ela estar alinhada às suas características é sua.

    Liberdade de escolha

    Outra vantagem é a liberdade mais ampla para selecionar as alternativas. Se, com base nos seus conhecimentos, você quiser investir em um ativo da bolsa de valores ou em um título de renda fixa, poderá fazê-lo.

    Logo, não é preciso ficar limitado às decisões de outras pessoas. Com isso, você consegue ter um nível maior de autonomia para atuar conforme julgue ser conveniente.

    Criação de uma carteira personalizada

    Com mais liberdade e controle, é possível criar uma carteira altamente personalizada. Ou seja, você tem a chance de selecionar os investimentos financeiros que mais combinam com as suas preferências — compondo um conjunto único.

    Pense, por exemplo, em um fundo de ações. Pode ser que você não concorde com o investimento em uma empresa por ela não estar alinhada aos seus valores. Nesse caso, não há como mudar sua exposição. Ao investir de maneira independente, por outro lado, a personalização é máxima.

    Confiança sobre os aportes

    Como todas as escolhas dependem de você, investir de modo independente pode trazer mais confiança sobre os aportes. Isso acontece porque não haverá nenhum tipo de conflito de interesses, por exemplo.

    Logo, você saberá que todos os investimentos financeiros selecionados são adequados à sua visão do mercado e aos seus objetivos.

    Por outro lado, vale considerar os riscos. Como a decisão é apenas sua, você pode estar sujeito a erros. Além disso, os riscos se tornam tão maiores quanto menor for o seu preparo para lidar com as oportunidades de investimento.

    Com alguns passos, no entanto, é possível diluir esses riscos e usufruir melhor da sua liberdade de escolha no momento de investir.

    O que é preciso saber antes de começar a investir?

    A jornada do investidor independente não envolve decidir participar do mercado financeiro e, logo depois, realizar o primeiro aporte. Na verdade, é necessário que outros passos estejam envolvidos, de modo a aumentar as chances de consolidar resultados positivos e mais alinhados às suas metas.

    Por isso, veja os passos necessários para ser um investidor cada vez mais eficiente ao longo dessa caminhada!

    Adquira conhecimento

    Antes de escolher qualquer opção de investimento é fundamental ter conhecimentos sobre a alternativa. Você não precisa ser um especialista para começar a investir, mas deve entender questões básicas. Por exemplo, o funcionamento do investimento e seus riscos.

    Entenda a importância de uma reserva financeira

    Para ser um investidor independente, é essencial compreender a importância da reserva de emergência. Ela é um montante que corresponde a 6 meses das suas despesas médias e serve para cobrir imprevistos.

    Após construí-la, você terá mais segurança para investir, sem correr o risco de ter que resgatar seus investimentos de médio e longo prazo antecipadamente.

    Identifique seu perfil de investidor

    Também é indispensável saber qual é a sua tolerância ao risco. Por isso, é necessário reconhecer o seu perfil de investidor, entre conservador, moderado ou arrojado. Assim, você poderá fazer escolhas alinhadas para a sua carteira de investimentos.

    Estabeleça os seus objetivos

    Além de estarem relacionados à sua tolerância ao risco, é fundamental que os investimentos atendam aos seus objetivos. Portanto, você deve estabelecer o que deseja alcançar em curto, médio e longo prazo para traçar uma estratégia que favoreça o alcance desses resultados.

    Conheça o comportamento de mercado

    O conhecimento do mercado também é fundamental nas suas decisões. Afinal, as tendências da economia também podem influenciar os investimentos. Logo, vale a pena buscar informações sobre taxa de juros, inflação, cenário político, etc. Dessa forma, será mais fácil avaliar os cenários e fazer bons investimentos.

    É possível ser um investidor independente e contar com uma assessoria?

    Como você viu, ser um investidor independente envolve tomar suas decisões no mercado financeiro, em vez de delegá-las a outras pessoas. Porém, isso não significa que você deva investir sozinho e sem auxílio.

    Em vez disso, é possível contar com uma assessoria de investimentos. Um escritório desse tipo é formado por assessores de investimentos — profissionais certificados e autorizados a atuarem no mercado financeiro, de modo a orientar investidores.

    Entre as funções do assessor, estão apresentar os investimentos disponíveis e tirar suas dúvidas. No final, a decisão continua sendo apenas sua e você pode investir como desejar. Porém, conhecendo mais alternativas, pode ficar mais fácil criar uma carteira de investimentos diversificada e muito mais sólida.

    Portanto, ao contar com os assessores, você deixa de estar só — mas não perde a autonomia sobre a carteira. Com isso, pode usar os conhecimentos obtidos a favor do seu portfólio. Certamente, é muito mais simples fazer escolhas tendo informações confiáveis, não é?

    Com essas dicas, você descobriu as vantagens de ser um investidor independente. Para concretizá-las, foque em desenvolver uma preparação correta e considere contar com a ajuda de uma boa assessoria de investimentos. Dessa forma, você poderá investir melhor e tem a chance de potencializar os seus resultados.

    Gostou desse artigo? Entre em contato conosco da Manchester Investimentos e conte com nosso apoio ao investir!

    Tags: investir na bolsa de valorescarteira de investimentostomada de decisãoInvestidoropção de investimentoassessoria de investimentosinvestimentos financeirosser um investidorcomo ser um investidorjornada do investidor independentecarteira de investimentos diversificadaestratégia de investimento;

    Cadastre-se e receba mais conteúdos

      Obrigado pela visita em nosso site!

      Deixe suas informações nos campos abaixo para conhecer melhor o nosso trabalho de assessoria profissional, e receba um guia de investimentos gratuitamente.

      fechar popup

        Já sou cliente Manchester