Abra ou transfira sua conta. Comece preenchendo os dados a seguir.
Leva poucos minutos.

    Blog

    Quais são as vantagens de investir em renda fixa?

    Para compor uma carteira de investimentos que reflita seus interesses, é importante conhecer todas as oportunidades disponíveis. Ao saber quais são as vantagens de investir em renda fixa, por exemplo, você pode aproveitar as características dessas aplicações a favor do seu portfólio.

    Porém, só é possível descobrir os benefícios ao compreender como essa classe funciona. Assim, você poderá fazer uma análise completa e estará pronto para selecionar as melhores alternativas para as suas necessidades.

    Na sequência, descubra quais são as vantagens de investir em renda fixa e veja se elas atendem às suas expectativas!

    O que é renda fixa?

    A renda fixa é uma classe de investimento composta por aplicações financeiras com regras conhecidas de rentabilidade. Logo, é uma classificação que envolve os investimentos que trazem certo nível de previsibilidade quanto aos ganhos.

    O funcionamento da renda fixa se baseia na emissão de títulos por entidades públicas ou privadas. Na prática, as aplicações financeiras funcionam como se fossem empréstimos, pois os emissores as utilizam para captar recursos e pagam juros por isso.

    Assim, o investidor tem a expectativa de receber de volta o valor disponibilizado mais um rendimento, dentro do período combinado entre as partes. A rentabilidade, por sua vez, pode ser de três tipos diferentes.

    Veja quais são eles:

    prefixado: rendimento que está atrelado a uma taxa fixa e que é definida antes do investimento;

    pós-fixado: retorno que depende da variação de um indicador de mercado, como a taxa Selic ou o Certificado de Depósitos Interbancários (CDI);

    híbrido: rendimento formado por uma porção fixa somada à variação de um indicador, como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

    Sobre a liquidez — que é a facilidade de conversão do investimento em dinheiro —, a renda fixa apresenta características diversas. Além das que só podem ser resgatadas no vencimento, existem aplicações com liquidez diária.

    Quais são os principais tipos de investimento em renda fixa?

    Apesar de todo investimento em renda fixa ter qualidades semelhantes, há opções distintas entre as oportunidades disponíveis.

    Existem, por exemplo, os títulos públicos do Tesouro Direto. Eles são emitidos pelo Tesouro Nacional e servem para o Governo Federal captar recursos. Nesse caso, há o Tesouro Prefixado, o Tesouro Selic e o Tesouro IPCA.

    Também existem os títulos emitidos por instituições financeiras, como:

    certificado de depósito bancário (CDB);

    letra de crédito imobiliário (LCI);

    letra de crédito do agronegócio (LCA);

    letra de câmbio (LC) e outros.

    Eles servem para as instituições, como bancos e financeiras, captarem recursos que são usados para manter as operações. No caso da LCI e da LCA, por exemplo, o dinheiro é direcionado para iniciativas dos respectivos setores.

    Ainda, existem os investimentos do crédito privado. Eles são emitidos por empresas públicas e privadas ou por securitizadoras para captar dinheiro.

    Entre as possibilidades, estão:

    debêntures;

    certificado de recebíveis imobiliários (CRI);

    certificado de recebíveis do agronegócio (CRA).

    Já quem desejar investir coletivamente pode aproveitar os fundos de renda fixa, que são compostos por diferentes aplicações. Entre as possibilidades, estão:

    fundos referenciados DI;

    fundos de inflação;

    fundos de debêntures;

    fundos de investimento em direitos creditórios (FIDC), entre outros.

    Quais são as vantagens de investir em renda fixa?

    O investimento em renda fixa pode oferecer benefícios, se fizer sentido para a sua carteira de investimentos. Veja quais são alguns dos pontos positivos!

    Previsibilidade de retorno

    A renda fixa é considerada a classe mais segura, porque oferece previsibilidade sobre a remuneração. Porém, para que isso ocorra é necessário cumprir as condições contratadas — como manter o título até o vencimento.

    Oportunidades isentas de imposto

    Entre os títulos de renda fixa é possível encontrar alternativas com isenção de Imposto de Renda sobre o rendimento. É o caso da LCI, LCA, CRI, CRA e debêntures incentivadas. Com isso, a rentabilidade líquida dos investimentos pode ser favorecida.

    Diversidade de condições

    Essa classe conta com investimentos com diferentes condições. Você pode encontrar alta ou baixa liquidez, prazos maiores ou menores e distintos níveis de proteção e potencial de retorno. Com essa versatilidade, pode escolher o que for mais conveniente para a sua estratégia.

    Possibilidade de proteção contra a inflação

    Ao investir em renda fixa, você tem a chance de selecionar aplicações atreladas à inflação. Os títulos híbridos, quando levados até o vencimento, garantem que o patrimônio ficará protegido da perda do poder de compra.

    Diversificação de carteira

    Como existem muitas alternativas, os produtos de renda fixa têm a capacidade de ajudar na diversificação de investimentos. Por terem menos riscos que a renda variável, podem ser interessantes para uma parcela do capital de perfis de investidor mais arrojados.

    Como analisar um investimento dessa classe?

    Apesar das potenciais vantagens de uma oportunidade de investimento de renda fixa, é preciso fazer uma avaliação antes de decidir pelo aporte financeiro. A análise de investimentos nesse caso deve considerar características como:

    regras de rentabilidade;

    expectativa de retorno;

    liquidez oferecida;

    prazo;

    condições de tributação;

    qualidade do emissor;

    riscos envolvidos;

    mecanismos de proteção, entre outras.

    Um investidor conservador, por exemplo, provavelmente desejará um investimento líquido e mais seguro, com menos riscos de perdas. Já se a intenção for obter um retorno maior, pode ser interessante buscar um investimento menos líquido e/ou com menos proteção.

    Como investir em renda fixa?

    Caso deseje aproveitar a oportunidade de investimento nessa classe, é preciso começar conhecendo seu perfil de investidor. Embora diversos produtos de renda fixa estejam alinhados a investidores conservadores, os moderados e arrojados também podem aproveitá-la, como você viu.

    Também é necessário considerar a sua estratégia e seus objetivos financeiros. Um investimento atrelado à inflação pode ajudar na composição da aposentadoria, enquanto um investimento líquido ajuda a aplicar a reserva de emergência, por exemplo.

    Para investir em renda fixa, você precisará de uma conta em corretora de valores com bom portfólio. Ademais, pode ser interessante contar com uma assessoria de investimentos. Os assessores apresentarão as oportunidades, tirarão dúvidas e fornecerão informações relevantes.

    Como você viu, investir em renda fixa pode ser vantajoso, se isso estiver alinhado com suas características. Para escolher entre os tipos de investimento, é essencial avaliar com cautela cada alternativa — e um assessor pode ajudar você com dados confiáveis.

    Quer conhecer melhor os investimentos disponíveis no mercado financeiro? Conheça nossa atuação na Manchester Investimentos com renda fixa!

    Tags: diversificação de investimentosinflaçãotaxa Selicinvestimento em renda fixaalta liquidezisenção do imposto de rendainvestimento segurorentabilidade investimentosprevisibilidadeprodutos de renda fixatipos de investimentoanálise de investimentosoportunidade de investimento

    Cadastre-se e receba mais conteúdos

      Obrigado pela visita em nosso site!

      Deixe suas informações nos campos abaixo para conhecer melhor o nosso trabalho de assessoria profissional, e receba um guia de investimentos gratuitamente.

      fechar popup

        Já sou cliente Manchester