Abra ou transfira sua conta. Comece preenchendo os dados a seguir.
Leva poucos minutos.

    Blog

    Você tem investimentos sustentáveis na carteira? Conheça 4 vantagens de investir em ESG!

    Com a maior preocupação acerca da sustentabilidade, os critérios por trás dos investimentos ESG são cada vez mais relevantes para a sociedade. Eles tratam de questões relacionadas a fatores ambientais, sociais e de governança corporativa.

    Desse modo, conhecer o conceito é fundamental para quem busca investir em empresas que atuam de forma sustentável e responsável. Além disso, pode ser interessante para investidores que querem diversificar a carteira, atendendo a diferentes perfis.

    Neste artigo, você conhecerá as 4 principais vantagens de investir em alternativas que seguem os critérios ESG. Vamos lá?

    O que são e como funcionam os investimentos ESG?

    ESG é a sigla para environmental, social and governance. Assim, investimentos ESG são aqueles que seguem políticas de responsabilidade ambiental, social e de governança. Para se encaixar nesses critérios, o modelo de negócio empresarial deve visar a sustentabilidade.

    Cabe ressaltar que o termo sustentabilidade vai além da preocupação com o meio ambiente. Ele envolve melhorar a qualidade de vida das pessoas sem esgotar os recursos naturais. Portanto, é um conceito bastante abrangente, que inclui saúde, educação e responsabilidade social.

    Ademais, a motivação pelos investimentos ESG não tem foco apenas nos valores sustentáveis. Em geral, empresas que seguem esses critérios têm boa governança, se destacam dos concorrentes e podem apresentar melhores resultados.

    Assim, ao fazer esses investimentos, o investidor está em busca de incentivar o desenvolvimento de negócios que beneficiam o meio ambiente e a sociedade. Ao mesmo tempo, ele aproveita a possibilidade de obter resultados financeiros relevantes.

    Como funcionam?

    Como você viu, os investimentos ESG funcionam com base em três fatores: ambiental, social e governança. Além de considerar o risco e a rentabilidade, a avaliação envolve o impacto que o investimento pode causar no meio ambiente e na sociedade.

    Na questão ambiental, estão envolvidas práticas relacionadas ao meio ambiente, como fontes de matéria-prima, pegada de carbono e práticas de gestão de resíduos. O fator social se refere às pessoas, considerando pontos como relacionamento com a comunidade e condições de trabalho.

    Por fim, a governança corporativa está alinhada às políticas e práticas que norteiam as empresas. Isso envolve ética nos negócios, solidez financeira e diversidade no conselho, por exemplo.

    Quais são os principais tipos de investimentos ESG?

    Agora que você conhece o conceito, saiba que o mercado financeiro oferece diversas possibilidades para incluir os investimentos ESG na sua carteira. Conheça as principais!

    Ações de empresas com foco em ESG

    É possível investir em ações de empresas que seguem os critérios ESG. Para isso, é importante fazer uma análise das companhias para entender se ela cumpre os requisitos. Ainda, verifique outros fatores — como a saúde financeira do negócio — para decisões mais acertadas.

    Fundos de ações ESG

    Quem não quer investir em empresas ESG de forma individual pode contar com os fundos de investimentos que focam em ações de organizações sustentáveis. Como vantagem, eles contam com gestão profissional e facilitam a diversificação do portfólio.

    Títulos verdes

    Também chamados de green bonds, são títulos de dívida que captam recursos para financiar projetos de sustentabilidade. Eles podem ser emitidos por empresas públicas, privadas ou de capital misto. Em geral, são apresentados como debêntures ou certificados de recebíveis.

    Quais as 4 vantagens de ter essas alternativas na carteira?

    Depois de saber mais sobre o assunto, é importante conhecer as 4 principais vantagens de ter investimentos ESG na carteira. Confira:

    • 1.      Foco em sustentabilidade

    A sustentabilidade é um tema bastante relevante na sociedade. Com isso, empresas que a priorizam tendem a ganhar destaque e espaço no mercado. Ou seja, ela pode conquistar maiores lucros e servir de inspiração para outras companhias.

    A longo prazo, a tendência é que essa atitude tenha consequências positivas para a sociedade, o meio ambiente e as relações corporativas. Além disso, empresas com foco sustentável tendem a estar mais adequadas às diversas leis, o que aumenta a segurança do negócio.

    Ainda, estão sendo desenvolvidas políticas mais rígidas a respeito do assunto, em busca de maior compromisso e responsabilidade com a sustentabilidade. A tendência, então, é que as companhias tenham que se adaptar para operar com processos condizentes com o tema ESG.

    • 2.      Redução de riscos

    Empresas ESG precisam prezar pela transparência na gestão, o que aumenta a confiança nos investimentos que seguem esses critérios. Portanto, essas alternativas podem ajudar na mitigação de riscos do portfólio.

    Afinal, negócios que apresentam maior qualidade na gestão e se preocupam com o fator ambiental tendem a ter menos problemas com multas e outras punições. Elas também tendem a estar mais preparadas para lidar com a concorrência.

    Como os consumidores, em geral, buscam valorizar empresas com compromisso social e ambiental, o negócio pode entregar melhores resultados. Logo, os clientes ficam mais satisfeitos e os lucros podem ser maiores, reduzindo o risco dos investimentos.

    • 3.      Competitividade a longo prazo

    As empresas ESG também tendem a ser mais sustentáveis ao longo do tempo. O consumo baseado nesses critérios tende a ser cada vez maior, fazendo com que companhias que sigam esses conceitos tenham mais chances de se manter competitivas.

    Aquelas que não se adaptarem com antecedência podem ter altos custos para retomar o seu posicionamento no mercado, com risco de precisarem encerrar as atividades. Nesse contexto, quem tem investimentos ESG na carteira pode se beneficiar da característica.

    • 4.      Novos fundamentos para analisar

    Se você optar por investir em ações de empresas ESG, precisará fazer uma análise fundamentalista das companhias. Ao considerar os critérios ambientais, sociais e de governança, é possível avaliar mais fundamentos do negócio.

    Assim, você não fica restrito à análise tradicional, o que torna o estudo mais completo. Além dos indicadores financeiros, por exemplo, existem outros fatores que podem ser úteis para conhecer a aplicação do ESG na companhia.

    Entre eles, estão alguns índices importantes, como:

    • / Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE);
    • / Índice Carbono Eficiente (ICO2);
    • / Índice de Governança Corporativa – Novo Mercado (IGC-NM);
    • / Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada (IGC).

    Agora você conhece os investimentos ESG e sabe quais são seus impactos para a sociedade. Portanto, vale considerar as características e vantagens de cada alternativa para entender se ela se encaixa nas suas necessidades. Não deixe também de considerar o seu perfil de investidor e objetivos para tomar a melhor decisão!

    Está em dúvida sobre qual a melhor alternativa de investimento ESG para compor a sua carteira? Entre em contato conosco e converse com um de nossos assessores!

    Tags: investir na bolsa de valorescarteira de investimentodiversificação de investimentosanálise fundamentalistainvestimento em açõesinvestimento financeiroinvestimentos sustentáveisinvestir em ESGinvestimento ESGinvestimento sustentávelíndices de sustentabilidadecriterios esggovernança corporativasustentabilidade

    Cadastre-se e receba mais conteúdos

      Obrigado pela visita em nosso site!

      Deixe suas informações nos campos abaixo para conhecer melhor o nosso trabalho de assessoria profissional, e receba um guia de investimentos gratuitamente.

      fechar popup

        Já sou cliente Manchester