Abra ou transfira sua conta. Comece preenchendo os dados a seguir.
Leva poucos minutos.

    Blog

    Indicadores ESG: quais são e como funcionam?

    A sustentabilidade é um tópico prioritário para a sociedade e as empresas. Nesse sentido, diversos investidores também estão colocando esse aspecto em consideração ao analisar novas alternativas de investimentos. Para tanto, pode ser interessante usar os indicadores ESG.

    Esses índices medem o desempenho médio de companhias que adotam boas práticas no campo ambiental, social e de governança corporativa. Com essas características, os indicadores podem auxiliar investidores que buscam priorizar ativos sustentáveis para a sua carteira.

    Quer saber mais? Neste artigo, você conhecerá quais são os indicadores ESG do mercado e como eles funcionam. Acompanhe a leitura!

    O que significa ESG?

    Para conhecer esses indicadores, é preciso saber o conceito por trás de ESG. Afinal, ele representa uma nova tendência para o mercado financeiro e a sociedade como um todo. Nesse sentido, a sigla consiste em uma agenda internacional de três pilares: environment, social e corporate governance.

    Em português, os três conceitos significam meio ambiente, responsabilidade social e governança corporativa. Ou seja, as companhias que seguem a agenda ESG priorizam esses três pilares em seus projetos e operações.

    No campo do meio ambiente, as boas práticas buscam reduzir a exploração de recursos naturais, controlar a emissão de poluentes e diminuir a pegada de carbono. Já em termos sociais, as empresas devem adotar ações de fortalecimento da comunidade e incentivo à diversidade.

    Por último, no pilar da governança corporativa as companhias precisam assumir compromissos de transparência e cumprimento dos acordos trabalhistas. Além disso, é importante adotar ações de proteção aos acionistas.

    Assim, muitos investidores buscam essas empresas para realizar o que tem sido chamado de investimento de impacto. Isto é, além de buscar o potencial de rentabilidade, eles também se preocupam com as consequências das atividades das companhias nas quais investem.

    Dessa maneira, os três pilares ESG são relevantes para a análise de muitos investidores. Já sob o ponto de vista das empresas, seguir a agenda ESG pode ser benéfico para se manter competitiva no mercado e atrair investimentos.

    O que são indicadores ESG e como funcionam?

    Como você viu, o conceito de ESG é importante para empresas e investidores. Nesse contexto, os indicadores ESG são aqueles que acompanham companhias que adotam boas práticas ambientais, sociais e de governança em seu cotidiano.

    Logo, os índices definem critérios de elegibilidade para selecionar as empresas que podem fazer parte de sua carteira teórica. Também é preciso estipular as regras para os seus processos de rebalanceamento.

    Outro ponto relevante é que os índices podem ser gerais ou específicos. Ou seja, existem indicadores que consideram os três elementos do ESG para estruturar sua carteira teórica, mas também há índices que podem priorizar apenas um dos pilares.

    Com essas características, tais indicadores podem auxiliar investidores que buscam realizar investimentos de impacto. Afinal, eles podem usar a carteira teórica do índice ESG como um guia para seu processo de análise de alternativas, por exemplo.

    Ademais, vale lembrar que indicadores do mercado tem o objetivo de medir o desempenho médio da sua carteira. Dessa maneira, os investidores podem usar essas informações para fazer projeções sobre seus investimentos ou avaliar os resultados obtidos.

    Quais são os indicadores ESG do mercado?

    Agora que você entendeu o que são os indicadores ESG, é necessário saber quais são os principais exemplos do mercado. Confira!

    Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE)

    O ISE é uma das referências entre os indicadores de sustentabilidade no Brasil. Criado em 2005, ele foi um índice pioneiro na bolsa de valores brasileira e em toda a América Latina. A sua carteira teórica é formada por companhias comprometidas com a agenda ESG.

    Além disso, o Índice de Sustentabilidade Empresarial adotou novos critérios de elegibilidade em 2022. Com as atualizações, o objetivo é priorizar ainda mais as boas práticas, com menos relevância para o porte da empresa.

    Os relatórios de avaliação do indicador são públicos e podem auxiliar na análise fundamentalista dos investidores. Assim, se você quiser investir em ações ESG individualmente, por exemplo, pode considerar as empresas que fazem parte do indicador ISE.

    Índice S&P/B3 Brasil ESG

    O Índice Brasil ESG é outro indicador importante no mercado nacional. Ele se destaca por selecionar empresas cujas atividades estão em alinhamento com os pilares da agenda e não tem negócios em determinados setores — como de exploração de recursos naturais não renováveis.

    Ainda, o indicador não inclui empresas que ainda não têm pontuação ESG do S&P DJI. Essa é uma metodologia que atribui pontos em relação aos impactos das ações da companhia em contextos ambientais, sociais e de governança.

     

    Indicador de Carbono Eficiente (ICO2)

    Com maior foco no pilar ambiental, o mercado brasileiro conta com o Indicador de Carbono Eficiente. A carteira teórica desse índice é composta por empresas que se comprometeram a diminuir a emissão de gases poluentes — especialmente aqueles responsáveis pelo efeito estufa.

    Outra característica relevante é que o ICO2 avalia apenas companhias que compõem o Índice Brasil 100. O indicador também tem o objetivo de atuar como um instrumento de incentivo ao diálogo e à adoção de boas práticas ambientais no Brasil.

    S&P ESG Index

    No mercado internacional, é possível destacar o S&P ESG Index. O foco desse indicador é medir o desempenho médio das maiores companhias norte-americanas envolvidas com a agenda ESG. Para isso, ele analisa as empresas que fazem parte do S&P 500 — índice composto pelas 500 ações mais negociadas nos EUA.

    Por que o investidor precisa conhecê-los?

    A agenda ESG é uma das mais importantes para empresas ao redor do mundo. Afinal, adotar essas boas práticas é uma forma de demonstrar seu comprometimento com a sustentabilidade e o impacto de suas atividades no meio ambiente e na sociedade.

    Dessa maneira, conhecer os indicadores ESG é relevante para que você possa saber quais são essas companhias. Ademais, eles podem contribuir para a realização de análises fundamentalistas mais acertadas — visto que é possível levar os critérios de elegibilidade deles em consideração.

    Os índices ESG também podem ser interessantes para seus investimentos em exchange traded funds (ETFs). Assim, caso você tenha enxergado potencial na carteira teórica de um indicador, é possível investir em um fundo de índice que replica seu desempenho.

    Como vimos, saber o que são e como funcionam os indicadores ESG pode ser benéfico para sua estratégia de investimentos. Como esses índices medem o desempenho de empresas comprometidas com boas práticas de sustentabilidade, podem contribuir para seus investimentos de impacto!

    Está em busca do suporte de uma assessoria profissional para a sua estratégia de investimentos? Conheça nossos planos!

    Tags: Mercado Financeiroinvestimento ESGinvestimento sustentávelgovernança corporativadesenvolvimento sustentávelesg o que éorganização sustentávelmeio ambienteESG Brasilcritérios ESGindicadores de sustentabilidade;

    Cadastre-se e receba mais conteúdos

      Obrigado pela visita em nosso site!

      Deixe suas informações nos campos abaixo para conhecer melhor o nosso trabalho de assessoria profissional, e receba um guia de investimentos gratuitamente.

      fechar popup

        Já sou cliente Manchester